Login para acesso mais rápido às melhores ofertas. Clique aqui se você não tiver uma conta.
Receber Vagas via Whatsapp

Coordenador de Projectos de Desenvolvimento Rural e Actividades Agrícolas Full-time

Jul 19th, 2022 at 06:16   Agro - pecuária   Maputo   592 views Reference: 287
Detalhes do trabalho

A ONG CESAL pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Coordenador de Projectos de Desenvolvimento Rural e Actividades Agrícolas (M/F) para Maputo.

O Projecto

O projecto alinhado com a política agrária do governo “Revolução Verde em Moçambique”, tem como objectivo geral a redução da pobreza estrutural nas áreas rurais do distrito de Matutuine (Província de Maputo), sobretudo junto dos pequenos produtores agrícolas, com especial atenção junto de mulheres e suas famílias. Mais especificamente o projecto propõe realizar acções concretas que ajudem a aumentar a produção e a produtividade agrícola através de técnicas de agricultura de conservação e biológica de forma sustentável, melhorando os processos de pós-colheita, dando maior valor comercial ao excedente de produção.

Descrição das Funções/ Responsabilidades

  • Planificar e supervisionar a implementação de todas as acções do projecto;
  • Fazer a coordenação da equipa técnica do projecto;
  • Elaborar pesquisas e organizar a recolha de dados para medir indicadores do projecto, realizar o tratamento dos dados e monitorar o alcance de indicadores: monitoria & avaliação de projectos;
  • Coordenar, supervisionar e organizar as fontes de verificação previstas;
  • Trabalhar sob a responsabilidade da Gestora do projecto e em coordenação com os técnicos de extensão agrícola do SDAE;
  • Responsável pela implementação e gestão dos Campos Agrícolas de Demonstração Comunitária (CADC) e o apoio na gestão da UAAMAT, em conjunto com a equipa do projecto e o SDAE;
  • Prestar apoio constante e contínuo aos camponeses na produção e produtividade da actividade agrícola nos Campos Agrícolas de Demonstração Comunitária (CADC) e em seus campos de cultivo individuais;
  • Apoiar em todas as tarefas de nível comunitário que contribuam para os resultados previstos no projecto, sendo os principais interlocutores entre os produtores, a comunidade e a equipa do projecto;
  • Participar no estudo técnico dos campos de cultivo nos postos administrativos antes da introdução de novas culturas, nomeadamente realizando os inquéritos necessários;
  • Participar activamente na criação de grupos de poupança, reuniões de avaliação e intercâmbio de experiências entre agricultores;
  • Contribuir na preparação e organização de reuniões, capacitações e outros eventos que careçam de logística de terreno;
  • Apoiar a elaboração, publicação e divulgação de manuais de boas práticas agrícolas;
  • Apoiar na recolha de dados e elaborar fichas de monitorização da produção agrícola;
  • Participar em reuniões de seguimento com a equipa do projecto;
  • Apoiar a CESAL na implementação das actividades de comunicação do projecto, nomeadamente na recolha de fotografias, depoimentos de beneficiários, entre outros.

Perfil/ Principais Qualificações

Experiência na implementação e coordenação de projectos de cooperação para o desenvolvimento há pelo menos 3 anos: Especialmente em projectos de Segurança alimentar, Desenvolvimento Rural e similares.

Desejável

  • Formação em agricultura (irrigação, agricultura de conservação, sistemas agroflorestais e/ou agricultura biológica) e cooperação e desenvolvimento;
  • Experiência comprovada de trabalho com comunidades rurais, com agricultores do sector familiar (pelo menos 2 ano), e em produção de hortícolas;
  • Experiência comprovada na coordenação de equipas de trabalho multidisciplinares;
  • Com perfil de facilitador comunitário e com capacidade de liderar capacitações práticas no terreno;
  • Capacidade para criação de dinâmicas de grupo comunitárias, envolvimento das diversas partes, reuniões comunitárias e de fácil diálogo com camponeses, técnicos, parceiros e líderes locais;

Línguas: Fluência em Português e changana.

Habilitações

  • Licenciatura em Agronomia, Ciências Agrárias, Agro-pecuária, Engenharia Agrícola, Desenvolvimento Rural ou outras relacionadas.

Outros Requisitos

  • Capacidade de trabalhar em equipa e de se relacionar e respeitar com as comunidades;
  • Capacidade de comunicação oral e escrita e análise critica;
  • Capacidade de transmitir o seu saber-fazer e os seus conhecimentos;
  • Elevado compromisso com a qualidade de trabalho e os valores da CESAL;
  • Boa capacidade de organização e planificação;
  • Transparência e correcção na conduta pessoal e profissional;
  • Espírito de equipa e entreajuda;
  • Dinamismo, iniciativa, autonomia, criatividade;
  • Flexibilidade em situações exigentes e disponibilidade para horários de trabalho, por vezes, irregulares;
  • Boas competências de informática na óptica do utilizador para as aplicações gerais (MS-Office, E-mail, Internet);
  • Carta de veículos motorizados e automóveis, será considerado como uma mais-valia.

Exigências

Carta de Apresentação onde indique: (a) porque pensa que o seu perfil é o indicado para a candidatura; e (b) a experiência que o habilita ao desempenho do cargo;

Curriculum Vitae com pelo menos duas referências.

Nota: Indicar no assunto de email  “AACID 20_Coordenador/a Projecto”. As candidaturas incompletas ou cuja carta de apresentação não responda ao solicitado serão automaticamente excluídas.

Processo de Candidatura

Email: cvmozambique@cesal.org.com

Local: Cidade e Província de Maputo (Distrito Matutuine Postos Administrativos de Catembe, Catuane, Bela Vista e Zitundo).

Duração contracto: 5 meses (com possibilidades de renovação), com período probatório de 1 mês

Reporta a: Gestora do Projecto

 

Descrição da Empresa
A CESAL é uma ONG com 30 anos de experiência, presente em 12 países, actuando em Moçambique desde 1997. Tem por objectivo Promover o desenvolvimento humano das pessoas mais desfavorecidas do mundo, com base no património e experiência dos próprios beneficiários, envolvendo-os no nosso trabalho como verdadeiros protagonistas das suas vidas. Como organização está comprometida com o factor humano nos processos de desenvolvimento, tendo como visão: Ser uma ONG de Desenvolvimento dinâmica e inovadora, capaz de responder criativamente aos problemas sociais vinculados com a pobreza e a exclusão através de modelos integrais de desenvolvimento que geram a mudança de pessoas e o fortalecimento dos sujeitos sociais.