Login para acesso mais rápido às melhores ofertas. Clique aqui se você não tiver uma conta.
Receber Vagas via Whatsapp

Chefe de Departamento de Serviços de Produção de Tecnologias de Informação Full-time

Jul 5th, 2022 at 08:45   Informática e Telecomunicações   Maputo   90 views Reference: 188
Detalhes do trabalho

REQUISITOS 

1 - Possuir licenciatura em Engenharia Informática ou áreas afins

2 - Possuir 10 anos de experiência em segurança de Tecnologias de Informação, suporte de infra-estrutura, administração de sistemas, suporte a aplicativos,  suporte bancário/canais electrónicos, programação, administração de banco de  dados, análise de sistemas no sector bancário/financeiro

3 - Experiência em planeamento, engenharia e arquitectura de rede, na gestão do  inventário de todos os componentes de rede

4 - Experiência comprovada e conhecimento de armazenamento e/ou, mainframe e/ou redes. Compreensão abrangente da infra-estrutura informática, incluindo  nuvem e integração de desenvolvimento

5 - Fluência nas línguas portuguesa e inglesa

 RESPONSABILIDADES E ATRIBUIÇÕES 

1 - Supervisionar a arquitectura, juntamente com o Chefe da Divisão de Tecnologias, e prestar apoio contínuo a nível da infra-estrutura de rede, do servidor e das comunicações para garantir um óptimo desempenho da função de tecnologia, no país, por meio de sistemas seguros, consistentes e confiáveis

2 - Recomendar e aplicar novos investimentos na infra-estrutura de tecnologia, em  colaboração com a Group Technology, e fiscalizar toda a infra-estrutura de rede e  sistema, garantindo a configuração, implementação, manutenção e  monitorização adequadas de firewalls de segurança, sites/software, servidores,  criptografia de dados e arquivos e ligações de internet, no país

3 - Orientar os engenheiros na concepção e gestão de projectos técnicos e  configurações na implementação de estratégias e serviços de produtos, através da coordenação com equipas relevantes

4 - Participar e contribuir em fóruns e comités que impulsionam a tecnologia  continuamente (Always On Technology), no país, garantindo a avaliação e  correcção apropriadas de cenários de obsolescência/descontinuidade

5 - Participar e contribuir em fóruns e comités que impulsionam a tecnologia  continuamente (Always On Technology), no país, garantindo a avaliação e correcção apropriadas de cenários de obsolescência/descontinuidade

6 - Facilitar e supervisionar a recuperação de desastres de Tecnologia e o plano de  continuidade de actividades, testagem e correcção, mantendo os intervenientes  informados e fazendo a gestão dos factores operacionais

7 - Participar e colaborar com a Prática de Infra-estrutura, garantindo a implementação e conformidade com as políticas e padrões e trabalhar em  estreita colaboração com as mesmas para identificar e recomendar planos de correcção práticos e viáveis e soluções técnicas, quando relevantes

8 - Supervisionar e orientar as actividades, durante a actualização de sistemas e  servidores e migração de dados, introduzindo novos métodos para agilizar o processo de actualização, monitorizar o sistema para garantir que o mesmo permaneça estável e utilizável e manter a segurança dos dados durante o processo de migração 

9 - Supervisionar e liderar operações de backup de dados e segurança do sistema (por ex., autorização do usuário, firewalls) e a monitorização 24 horas por dia, 7 dias por semana, do desempenho de todos os sistemas, redes e ambiente do Centro de Dados (quando relevante), garantindo que o escalonamento de falhas  seja investigado e gerido prontamente, permitindo um óptimo funcionamento de  todos os sistemas e disponibilidade de sistemas de acordo com os acordos de serviço

10 - Orientar e liderar a execução operacional das equipas de serviços de Produção, como processamento intradiário, actividades de início/fim do dia, actividades do final de mês, actividades de monitorização e manutenção do sistema, backups,  restaurações, impressão de relatórios, etc. garantindo que os objectivos das actividades sejam atendidos

11 - Liderar a gestão de capacidade para todos os produtos e serviços, garantindo  que a instrumentação de capacidade seja projectada aos produtos de acordo com a política e padrões de capacidade 

12 - Colaborar com a função de Governança, Risco e Conformidade no  desenvolvimento do plano de gestão de continuidade de negócios no país e  participar em testes de recuperação de desastres e assumir a responsabilidade pela resolução de problemas de hardware e conectividade identificados durante os testes

13 - Impulsionar e promover uma cultura e atitudes positivas de risco dentro da função de Serviços de Produção, estabelecendo processos e estruturas  apropriados de supervisão e governança de risco

14 - Observar práticas sólidas de gestão de riscos e supervisionar a implementação dos padrões mínimos de Tecnologia do Grupo em relação aos sistemas de  infra-estrutura, rede, hardware e software na equipa de Serviços de Produção

15 - Liderar a celebração de acordos operacionais garantindo que os acordos de  nível operacional de back-end estejam em vigor, monitorizados e actualizados antes de expirarem

16 - Manter o inventário de activos de tecnologia com o apoio da equipa de  infra-estrutura e finanças, abrangendo todos os equipamentos do utilizador sob  custódia e realizar auditorias de inventário de hardware nos intervalos  necessários, implementando as acções correctivas necessárias conforme e  quando necessário

17 - Estabelecer e manter perfis de risco para Infra-estrutura como serviço (IaaS),  facilitando a implementação e gestão contínua de revisões de controlo geral, em  conjunto com a governança da Prática de Infra-estrutura

18- Colaborar com a gestão de projectos, arquitectura, Divisão de Tecnologia do Grupo, área de negócios, fornecedores e outros intervenientes para investigar os controlos de correcção de riscos a serem implementados no país 

19 - Desenvolver um plano de correcção de riscos adequado à finalidade, com base nos riscos identificados, nas vulnerabilidades, nas descobertas da auditoria, nas políticas e nos requisitos regulamentares aplicáveis à infra-estrutura e redes, no país. Implementar procedimentos e controlos que garantam que as informações e os dados estejam seguros e em conformidade com os regulamentos de segurança e armazenamento, conforme regulamentado e determinado pelas  normas e directrizes da Divisão de Tecnologia do Grupo

20 - Prestar contas pela transferência e processamento de dados, em conformidade com os requisitos legais e regulamentares, no país, e de acordo  com as normas e da Divisão de Tecnologia do Grupo Standard Bank, para evitar  riscos

 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS ESPECIAIS

1 - Boa capacidade comunicativa e interpessoal

2 - Capacidade de gerir e controlar diversos projectos complexos

3 - Capacidade de gestão de conflitos

4 - Capacidade de Trabalhar sob pressão

5 - Capacidade de liderança e de gestão de pessoas em ambiente multidisciplinar

6 - Capacidade de organização e disciplina

7 - Auto-motivado e energético

8 - Capacidade de discernimento e de estabelecer prioridades

9 - Conhecimento das boas práticas que regem a gestão de projectos 

COMO SE CANDIDATAR

Os candidatos que reúnam os requisitos acima exigidos, podem submeter as suas candidaturas pelo nosso website, a partir do link: 

https://www.standardbank.co.mz/Candidatura/Chefe-de-Departamento-de-Servicos-de-Producao-de-Tecnologias-de-Informacao

As candidaturas deverão ser submetidas até ao dia 10 de Julho

Apenas os candidatos pré-seleccionados serão contactados

Descrição da Empresa
Standard Bank Moçambique, com um vasto historial, já desenvolve actividades em Moçambique desde 1894.
Fazemos parte do Grupo Standard Bank, o maior banco africano em termos de activos, resultados e capitalização de mercado.
Com 123 anos existência, temos uma vasta rede de agências espalhadas pelo País e oferecemos uma gama de serviços financeiros, que vão desde a banca de retalho à banca de empresas, passando pelo financiamento de grandes projectos, operações de tesouraria, financiamento do comércio internacional e banca comercial.